Iris seguiu rumo certo, Rogério Cruz começa certo o seu rumo

Ex-prefeito e prefeito mostram sintonia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

O encontro entre atual e ex prefeitos de Goiânia foi cordial e promissor. Com troca de elogios e indicação de bom “intindimento”, o que é boa notícia para a cidade.

Iris Rezende tem a Capital no sangue, e deixou uma administração equilibrada, com dinheiro no caixa e obras já com previsão de recursos. Para os primeiros dias, basta (ou necessário) não se desviar do curso.

Rogério tem o desafio de seguir em frente com a gestão positiva – e base para sua vitória com Maguito Vilela -, como anunciado na campanha.

Iris tem ainda o carinho e a paixão dos goianienses. E Rogério, uma questão em aberto: e agora, ele eu foi eleito para ser vice, que prefeito será?

Os primeiros dias mostram um político ponderado, equilibrado, focado no cumprimento das promessas de campanha e pressionado pela dúvida sobre suas ações.

Um bom começo, é o que mais se ouve. E vale a torcida. A pandemia não tem cor, partido ou religião. A pandemia exige boa gestão e boa resposta da população às recomendações, protocolos e decisões.

Iris definiu seu rumo e colheu bons frutos. A Rogério, cabe definir o seu sem errar o prumo.

Recentes

Pequi é cultura, meu Goiás

Faz tempo que a área cultura carece de uma política que o Estado merece Share on facebook Facebook Share on twitter Twitter Pequi é comigo

Assine a newsletter

Leia também

Caiado negocia. Os intransigentes são outros

Governador mostra disposição para o diálogo com legendas, mas nem todos aceitam seus termos Share on facebook Facebook Share on twitter Twitter Por muito tempo, uma das críticas mais frequentes a Ronaldo Caiado era a de que não tinha jogo de cintura para alianças. A aposta, então, era de que

Continue lendo »

O fracasso da oposição em Goiás e no Brasil

Governador mostra disposição para o diálogo com legendas, mas nem todos aceitam seus termos Share on facebook Facebook Share on twitter Twitter Em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não tem oposição. Em Goiás, o governador Ronaldo Caiado (DEM) não tem oposição. Em Goiânia, o prefeito Rogério Cruz (Republicanos)

Continue lendo »

Leia também