Adriana Accorsi e uma Goiânia ‘Cidade Viva’ na disputa pela prefeitura

em

|

views

e

comentários

O PT decidiu pela deputada federal Adriana Accorsi na disputa pela prefeitura de Goiânia. O Accorsi tem história na cidade. O pai dela, Darci, um filho de Nova Prata (RS), foi prefeito (de 1993 a 1996) com um mote que ela poderia muito bem retomar na campanha, se quisesse: Goiânia, Cidade Viva.

Digo que poderia porque tem tudo a ver com o momento que a cidade… vive. Marketing eleitoral tem razões que as emoções reconhecem, e não quer dizer que apelar ao saudosismo vá eleger alguém. O fato é que as boas lembranças, sim, contam muito.

No sorriso, Adriana se parece muito com o pai. Ela sorri grande e fala com força. O pai falava mais alto. Ambos têm na expressividade um ponto bastante positivo. Com seu jeito espontâneo e derramado, Darci era puro carisma. Adriana carrega essa aura. Ela tem no rosto a atração natural dos que cativam sem precisar pedir licença.

Já contei histórias sobre seu pai. Passagens que a mim deixaram saudade. Várias vezes fiquei horas com ele no Boiadeiro comendo paçoca de carne e ouvindo suas ideias, suas extravagâncias expressivas ao chamar atenção para algo que queria enfatizar, e sua risada desbragada. Darci contaminava com sua presença agradável onde quer que pisasse.

Adriana, delegada de origem, tornou-se política com o suor de seu rosto. Elegeu-se sempre com base no seu trabalho. E chegou ao ponto de ser escolhida candidata do PT não por imposição do partido, mas porque é hoje um nome leve, que transita livre entre outras legendas, que sabe dialogar. É a preferida do PT pela simples razão de ser o melhor nome de fato do PT, mérito especialmente dela.

Com tanta gente querendo se candidatar em Goiânia, Adriana é um diferencial ainda por ser basicamente uma unanimidade no partido. Qual outra legenda tem esse capital, nesta altura da pré-campanha? Nas conversas de bastidores, ela é tida como um dos nomes mais fortes, com um pé no segundo turno. O desafio, dizem todos, será o arco de alianças e a avaliação de Lula no ano que vem.

E aí está a questão. O PT está andando no compasso temporal da eleição. Não se ganha eleição agora. Agora, discute-se propostas, apresenta-se intenções, especula-se, ganha-se espaço e tempo. Ano que vem, sim, o jogo será decisivo. Adriana também mostra calma, ponderação. Na prática, apenas ela e os petistas estão desacelerados. E ela, arrumando o que precisa para entrar de vez no jogo.

Darci, para mim, é sinônimo de uma política de brilho, de jogos inteligentes de xadrez. Tempos também de Nion Albernaz (que antecedeu e sucedeu Darci) e Iris Rezende Machado. E de Pedro Wilson, outro petista prefeito de Goiânia e um nome que rima fácil com admiração. Nem se trata de ganhar ou ganhar. Mas de termos uma disputa de alto nível, com nomes de respeito e boa expectativa. E a certeza de que o vencedor, no final, será quem não pode mais perder (um segundo sequer): Goiânia.

A goiana Adriana, tão nova quando seu pai foi prefeito e sua mãe, Lucide, uma primeira-dama tão dedicada, tem no sangue não só a herança de sua família, mas também a da cidade que vive no coração de cada um de nós que amamos Goiânia.

* Texto publicado pelo Diário de Goiás

Vassil Oliveira
Jornalista. Escritor. Consultor político e de comunicação. Foi diretor de Redação na Tribuna do Planalto, editor de política em O Popular, apresentador e comentarista na Rádio Sagres 730 e presidente da agência Brasil Central (ABC), do governo de Goiás. Comandou a Comunicação Pública de Goiânia (GO) e de Campo Grande (MS).
Compartilhe
Tags

Mais Lidas

Prefeito Vilmar reúne pré-candidatos de 15 partidos aliados à Câmara nesta terça, 28

O prefeito de Aparecida, Vilmar Mariano (UB), reúne nesta terça-feira, 28, a partir das 18 horas, na Atlanta Music Hall, pré-candidatos e candidatas à...

Deputada Delegada Adriana Accorsi destina R$ 5 milhões 480 mil para Aparecida de Goiânia

A deputada federal delegada Adriana Accorsi destinou R$ 5 milhões 480 mil para a Prefeitura de Aparecida de Goiânia. Os recursos foram entregues nesta...

Estudantes de Goiás vão à final de concurso internacional de programação, no Cazaquistão

Equipe formada por alunos da UFG recebeu apoio financeiro do Governo de Goiás, por meio da Fapeg Estudantes do Instituto de Informática da Universidade Federal...

Recentes

Relacionados