Caiado: fevereiro será mês-chave para articulações; batida de martelo só nas convenções

em

|

views

e

comentários

Nas palavras do governador Ronaldo Caiado (União Brasil), fevereiro passa a ser uma referência para sua base de partidos aliados tenha mais claro o nome do pré-candidato – é possível candidato – a prefeito de Goiânia.

Na filiação de lideranças ao seu partido, nesta terça-feira, 9, ele apontou o mês como marco e mostrou que tem em mente o desafio histórico de, como governador, eleger o prefeito de Goiânia, coisa que Marconi Perillo (PSDB), por exemplo, não conseguiu mesmo governando Goiás por quatro mandatos.

Caiado não citou nomes. Hoje, a sua base tem Jânio Darrot (com um pé no MDM e outro no UB) empresário e ex-prefeito de Trindade, e Bruno Peixoto (UB), presidente da Assembleia Legislativa, como pré-candidatos. Bruno é o mais ativo, ocupando espaços e insistindo em lançar-se na disputa.

O governador disse que pode apoiar qualquer nome, desde que seja de um partido de sua base. Isso deixa em aberto a possibilidade de o escolhido não ser do MDB e do UB. Outra declaração de Caiado que mostra que a eleição de prefeitos – Goiânia em especial, segundo ele – terá agora prioridade: de manhã reuniu-se com Daniel Vilela “por mais de duas horas”.

Além de vice, Daniel é presidente estadual do MDB e deve assumir o governo, em abril de 2026, quando Caiado deverá sair para tentar ser candidato a presidente da República. Daniel busca uma base política sólida de palanques no interior para sua candidatura à reeleição e Caiado, ampliar sua liderança no Estado.

Caiado anunciar fevereiro como ponto-chave nas articulações, no entanto, funciona mais como uma forma de ganhar tempo. No mesmo mês, teremos Carnaval e nos mês seguinte, a janela para políticos trocarem de partidos. Ou seja: ambiente pouco propício para definições.

Põe esta razão, ele brincou: batida de martelo mesmo em nomes e apoios, só no final de julho e início de agosto, período das convenções. Até lá, tudo pode acontecer, inclusive ‘desacontecer’ também.

* Texto publicado pelo Diário de Goiás

Vassil Oliveira
Jornalista. Escritor. Consultor político e de comunicação. Foi diretor de Redação na Tribuna do Planalto, editor de política em O Popular, apresentador e comentarista na Rádio Sagres 730 e presidente da agência Brasil Central (ABC), do governo de Goiás. Comandou a Comunicação Pública de Goiânia (GO) e de Campo Grande (MS).
Compartilhe
Tags
spot_img

Mais Lidas

Mutirão de Aparecida no Santa Luzia inicia atendimentos diretos nesta sexta, 24

Moradores poderão usufruir de mais de 100 tipos de serviços, incluindo segunda via de certidão de nascimento, casamento e óbito, que são novidade nesta...

Governo de Goiás: veja o que abre e fecha no feriado da padroeira de Goiânia

As repartições públicas estaduais na capital fecham nesta sexta-feira e reabrem na segunda-feira. Atividades essenciais, como saúde e segurança pública, funcionam normalmente Na sexta-feira (24/05),...

Propósito

Procura-se um propósito. Não qualquer propósito. Um que faça mais do que ser um ponto no horizonte. Que carregue o peito com muito combustível,...
spot_img

Recentes

Relacionados