Carnaval é sinônimo de alegria

em

|

views

e

comentários

Este ano o Carnaval será comemorado em 13 de fevereiro, no Brasil, para a grande alegria dos bravos foliões. Se em anos anteriores o tal Coronavírus entendeu de frustrar as expectativas dos sambistas de carteirinha, deixando a todos cabisbaixos e tristes, este ano promete ser diferente, com verdadeiro banho de alegria e entusiasmo em todos os cantos e salões de festa do país.

A festança dura praticamente quatro dias, iniciando-se no sábado, dia 10, e terminando na terça-feira, muitas vezes adentrando a madrugada do dia seguinte. Logo após, com ou sem ressaca e com ou sem arrependimento pelas falcatruas promovidas pelos afoitos carnavalescos, já é quarta-feira de cinzas, começo da quaresma.

O Carnaval, sem dúvida, destaca-se como a maior festa do samba, com bastante agitação, tanto nas ruas quanto nos salões festivos ou em tantos outros lugares da iniciativa popular.

O Brasil é mundialmente conhecido pela comemoração do carnaval, que é festejado em todo o país, com destaque para os estados do Rio de Janeiro, Pernambuco, Bahia e São Paulo, que fazem grandiosos desfiles de fantasias com temas variados. A cidade de Recife, nordeste do Brasil, também se destaca por ter o maior bloco de Carnaval do mundo, chamado “Galo da Madrugada”.

Historicamente, o termo “carnaval” significa “adeus à carne” (carnis levale, em latim), pois representava, na Idade Média, uma época de festas populares que antecediam um período de grande jejum. Para a Igreja Católica, o fim do período de Carnaval passou a ser referência para o início da Quaresma, a partir do ano de 590 d.C.

Aqui nas terras de Santa Cruz, a festa popular carnavalesca começou a ser comemorada e popularizada em meados do século XVII, por influência dos europeus, que já a festejavam muito antes, principalmente na França e na Itália. Mas, foi somente no século XX que se consolidou com o formato conhecido hodiernamente, lembrando-se que o samba e as marchinhas de carnaval foram grandes impulsionadores desta festa popular entre os brasileiros.

Carnaval é uma festa maravilhosa, que exibe e promove excepcionalmente a alegria. E como disse certa vez o saudoso Dom Elder Câmara, em resposta a um repórter da rádio do Vaticano a respeito do assunto, “Carnaval é alegria popular. E onde tem alegria, tem Deus”.

Assim, em meio aos percalços da vida, por que o ser humano não pode gozar de momentos de alegria ainda que uma vez no ano? No entanto, há quem argumente de forma contrária: “É uma oportunidade a mais pra praticar as coisas erradas!” Sim, sem dúvida. Mas quantos pecados de grande proporção não são também cometidos às escondidas, seja no carnaval ou não, e deles ninguém nem tem notícia?

A verdade é que os atos que praticamos no dia a dia (inclusive no carnaval) são mensurados pela linha divisória existente entre o bem e o mal e de acordo com a formação que recebemos dos nossos antepassados, notadamente dos nossos pais. O simples fato de participar das festas carnavalescas não dá ao indivíduo o direito de extrapolar o limite daquilo que é tido como certo e aceitável, para explorar a seara do que a nossa cultura e os nossos ensinamentos religiosos elegeram como errado e, portanto, não recomendado.

Assim, há de se concluir que o pecado não está no carnaval em si, mas no comportamento do folião. Posso perfeitamente brincar carnaval com alegria e boas intenções, boas maneiras e bons procedimentos, respeitando os limites do bem e do mal, por que não!…

Com esse propósito, desejamos um excelente carnaval a todos!…

***

*Texto publicado pelo Diário de Goiás

Elson Oliveira
Elson Gonçalves de Oliveira foi professor de Língua Portuguesa, é advogado militante e escritor, com vários livros publicados.
Compartilhe
Tags
spot_img

Mais Lidas

O velório do Bonifácio

Pois é, o Bonifácio morreu. A mídia regional anunciava o fato incansavelmente. Merecido, pois se tratava de pessoa de bem e inspiradora do respeito de todos. Eu também fui ao velório, por que não? Não por curiosidade, isso não. O Bonifácio não me era uma pessoa tão íntima, mas mesmo assim eu gostava dele. Conhecia muitos dos seus feitos em benefício do semelhante. De fato, ele gostava de ajudar os outros. Isso fazia dele uma pessoa bastante popular. Todos o conheciam ali na redondeza.

Mutirão de Aparecida no Santa Luzia inicia atendimentos diretos nesta sexta, 24

Moradores poderão usufruir de mais de 100 tipos de serviços, incluindo segunda via de certidão de nascimento, casamento e óbito, que são novidade nesta...

Governo de Goiás: veja o que abre e fecha no feriado da padroeira de Goiânia

As repartições públicas estaduais na capital fecham nesta sexta-feira e reabrem na segunda-feira. Atividades essenciais, como saúde e segurança pública, funcionam normalmente Na sexta-feira (24/05),...
spot_img

Recentes

Relacionados