spot_img

Combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes 

em

|

views

e

comentários

De acordo com dados oficiais, é assustador o número de casos de violência sexual contra crianças e adolescentes em todo o país. Infelizmente, quase sempre que assistimos aos telejornais ou mesmo a outros dispositivos das redes sociais, acabamos por nos deparar com situações constrangedoras e horripilantes dessa natureza.

Fatos assim causam horrores e indignação e até mesmo revolta a todas as pessoas de bem. No mínimo, tudo isso demonstra a deturpação de todos os valores eleitos pela Divindade, desde a criação do homem.

O pior de tudo é que chega ao conhecimento público apenas o que é noticiado pela mídia. A maioria dos casos, por uma razão ou outra permanece oculta, sem que as autoridades tenham acesso para promover a necessária punição.

Mas antes de tudo, é necessário não só pontuar, como também gritar aos quatro cantos que isso é crime. Crime contra pessoas vulneráveis e indefesas, que precisa ser punido severamente. Tentar atribuir culpa concorrente a vulneráveis não é expediente correto, vez que pessoas inocentes não podem responder por culpa alguma.

Por essa razão, foi criada a data de 18 de maio, com o intuito de ajudar a combater este mal que destrói a vida de milhares de crianças, adolescentes e jovens. A escolha da data desta celebração é em memória do “Caso Araceli”, um crime que chocou o país na época. Araceli Crespo era uma menina de apenas 8 anos de idade, que foi violada e violentamente assassinada em 18 de maio de 1973. A data foi instituída oficialmente no país por meio da lei nº 9.970, de 17 de maio de 2000.

É preciso denunciar. No Brasil, em qualquer localidade os Conselhos Tutelares são atuantes e estão de olho. Se você sabe ou se ficar sabendo de alguma notícia nesse sentido, de que crianças ou adolescentes estão sendo exploradas por quem quer que seja, procure o Conselho Tutelar de sua cidade! Denuncie!… Ligue!… Não precisa se identificar. O que não pode é esconder-se por trás da omissão, enquanto alguém está cometendo esse tipo de crime contra nossas crianças ou nossos adolescentes.

A título de melhor elucidação, é prudente esclarecer que abuso sexual e exploração sexual são práticas criminosas distintas. A exploração sexual consiste em usar a criança ou o adolescente como meio de faturar dinheiro, oferecendo o menor como “ferramenta” de satisfação sexual. Já o abuso sexual é a prática ou tentativa de praticar sexo ou ato obsceno com a criança ou adolescente. Ambas as atuações constituem crime punidos severamente na nossa legislação.

Denuncie!…

Elson Oliveira
Elson Gonçalves de Oliveira foi professor de Língua Portuguesa, é advogado militante e escritor, com vários livros publicados.
Compartilhe
Tags

Mais Lidas

Central de Finanças tira dúvidas de contribuintes no 5º Mutirão de Goiânia em 2024

Entre serviços oferecidos pela Secretaria Municipal de Finanças aos moradores da Região Noroeste estão atualização cadastral, emissão de boletos, verificação de processos e outros...

Negocie Já: Governo de Goiás renegocia R$ 1,5 bilhão em dois meses

Balanço parcial aponta participação de 80 mil contribuintes; prazo de adesão termina em 29 de julho O programa de regularização de débitos de ICMS, IPVA...

O que diz o amor

Nenhuma discussão de amor esgota o assunto. Sempre haverá o que faltou dizer ou o que foi dito a mais. Uma ponta de desentendimento...

Recentes

Relacionados