‘Goiânia É Darci Accorsi’; Adriana é Goiânia’

em

|

views

e

comentários

Somar é o conceito-chave da pré-campanha da deputada federal Adriana Accorsi (PT) à Prefeitura de Goiânia. Conceito bom. O governo federal busca exatamente isso: somar apoios, somar aliados nas várias representações da sociedade, somar forças contra o bolsonarismo. Somar é, portanto, uma chamada política. O foco está na união, no esforço conjunto pra tirar o País do buraco – e a cidade, do descaminho.

O eleitor entendendo o conceito, perfeito. A soma de quem se juntar a com Adriana e o PT não será de desgastes, e sim de conquistas para a cidade. De quebra, mais gente se somando a Lula nacionalmente. A pergunta que fica é: o foco na soma é o que o goianiense quer? É o que vai atender ao seu interesse imediato? O que vai despertar a sua paixão e conquistar o seu voto?

Em pesquisas e nas conversas aqui e acolá, vejo sobressair um ponto mais certeiro que somar como mote para o que o goianiense deseja. Algo como: olha o que fizeram com a cidade; vamos tirar essa gente e arrumar essa bagunça.” Uma coisa seca, objetiva, prática. A população nem parece raivosa com o atual gestor; só não o quer mais; e quer coisas básicas: cidade limpa, obras concluídas, vida que segue, emprego, saúde funcionando, educação de qualidade e com vagas para todos. Assim.

Mote parecido foi usado por Nion Albernaz ao suceder exatamente o pai de Adriana, Darci Accorsi, como prefeito. Na campanha, a defesa de uma prefeitura que funcionasse bem para os cidadãos. Na posse, o recado simples: “Vamos desencardir Goiânia.” Quem não se lembra? A Capital goiana passou a ser não só uma cidade limpa: ganhou flores, jardins espalhados por ruas e praças. Não foi, aquela, uma gestão de obras; foi antes uma administração do sentimento de amor e orgulho dos goianienses com a sua cidade.

O PT já administrou Goiânia três vezes. Acompanhei as três gestões e sou testemunha dos bons feitos de Darci, Pedro Wilson e Paulo Garcia. No entanto, a percepção, segundo pesquisas, é outra, negativa. E isso tem a ver também com a desconstrução ao PT tocada pela direita nos últimos anos. Somando tudo, o resultado é desgaste com o qual Adriana terá de lidar. Como fará isso será decisivo para definir como se será ouvida e compreendida pelo eleitor.

A primeira peça publicitária divulgada com o mote ‘somar por Goiânia’ traz o embrião de algo poderoso, certeiro, em relação ao que as qualitativas parecem gritar e ao discurso da simples soma de forças para mudar a realidade de Goiânia hoje: a proposta de uma prefeitura na porta de casa. Uma gestão disposta a ouvir e resolver os problemas que se vê da janela. Daí para resolver os malfeitos da cidade inteira é um pulo. Uma mensagem irretocável. Que vai ao encontro de um a um por todos.

A ver, pois: por que o protagonismo racional – o mote na soma, na política – se o que toca fundo na população é a eliminação de problemas imediatos que demandam mais gestão competente do que excesso de gente? Não é excesso de políticos e aventureiros subtraindo que se tem hoje? Ao contrário do que serve a Lula, não está invertida a ordem de grandeza para Adriana ser prefeita? A cidade viva está querendo respirar. ‘Goiânia É Darci’. Adriana é ou não é Goiânia?

*Texto publicado pelo Diário de Goiás

Vassil Oliveira
Jornalista. Escritor. Consultor político e de comunicação. Foi diretor de Redação na Tribuna do Planalto, editor de política em O Popular, apresentador e comentarista na Rádio Sagres 730 e presidente da agência Brasil Central (ABC), do governo de Goiás. Comandou a Comunicação Pública de Goiânia (GO) e de Campo Grande (MS).
Compartilhe
Tags
spot_img

Mais Lidas

O velório do Bonifácio

Pois é, o Bonifácio morreu. A mídia regional anunciava o fato incansavelmente. Merecido, pois se tratava de pessoa de bem e inspiradora do respeito de todos. Eu também fui ao velório, por que não? Não por curiosidade, isso não. O Bonifácio não me era uma pessoa tão íntima, mas mesmo assim eu gostava dele. Conhecia muitos dos seus feitos em benefício do semelhante. De fato, ele gostava de ajudar os outros. Isso fazia dele uma pessoa bastante popular. Todos o conheciam ali na redondeza.

Mutirão de Aparecida no Santa Luzia inicia atendimentos diretos nesta sexta, 24

Moradores poderão usufruir de mais de 100 tipos de serviços, incluindo segunda via de certidão de nascimento, casamento e óbito, que são novidade nesta...

Governo de Goiás: veja o que abre e fecha no feriado da padroeira de Goiânia

As repartições públicas estaduais na capital fecham nesta sexta-feira e reabrem na segunda-feira. Atividades essenciais, como saúde e segurança pública, funcionam normalmente Na sexta-feira (24/05),...
spot_img

Recentes

Relacionados