spot_img

Goiás contra a polio – Vacinar pra não voltar: Saúde realiza lançamento da Campanha de Vacinação

em

|

views

e

comentários

Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, mais conhecida como Paralisia Infantil, será realizada no período de 27 de maio a 14 de junho. Em 2023, o Brasil foi classificado como de alto risco para a reintrodução da doença

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, realiza nesta segunda-feira, (27/05), o lançamento da “Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite 2024” na Escola Infantil São José, em Goiânia. O evento começa às 9 horas e terá a presença do ilustre personagem Zé Gotinha, que conclama toda a população e instituições de ensino públicas e privadas para incentivarem a vacinação.

A campanha, que segue até o dia 14 de junho, será realizada em todo o país, com dia “D” marcado para 8 de maio. A meta é vacinar no mínimo 95% das crianças de 1 a 5 anos de idade contra a poliomielite, o que equivale a 426.917crianças (Total de crianças no estado: 474.353). Em todos os municípios vão ser instalados cerca de 900 postos para receber esse público. No dia “D”, as unidades estarão abertas das 8h às 17h.
O último caso de poliomielite no Brasil ocorreu em 1989. Em 1994, o país recebeu a certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem. No entanto, em 2023 o país foi classificado como de alto risco para a reintrodução do poliovírus pela Comissão Regional para a Certificação da Erradicação da Poliomielite na Região das Américas da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A poliomielite é uma doença contagiosa aguda e grave caracterizada por um quadro de paralisia flácida causada pelo poliovírus selvagem (PVS) tipo 1, 2 ou 3, que em geral acomete os membros inferiores, de forma irreversível e pode levar a morte. A vacinação é fundamental para a redução do risco de reintrodução do poliovírus no Brasil, uma vez que a doença se encontra eliminada no país desde 1994.

Campanha Nacional de Vacinação
As campanhas de vacinação contra poliomielite fazem parte das estratégias para reduzir o risco de reintrodução da doença no Brasil, uma vez que a doença encontra-se erradicada no país desde 1994. Desse modo, esforços devem ser empreendidos para manter a erradicação da poliomielite, tais como oportunizar o acesso às vacinas, reduzir bolsões de não vacinados, aumentar as coberturas vacinais e a homogeneidade.

A realização da campanha neste momento é importante, pois o Brasil está em processo de transição para a substituição das duas doses de reforço da vacina oral poliomielite (VOP) para um reforço com vacina inativada poliomielite (VIP). Essa medida será adotada no segundo semestre de 2024, a partir de então o esquema vacinal e a dose de reforço serão feitos exclusivamente com VIP.

Estratégia
As crianças menores de 12 meses serão vacinadas conforme a situação vacinal encontrada para o esquema primário com a vacina VIP. Para as crianças de um a quatro anos de idade, deverão ser vacinadas indiscriminadamente com a VOP, desde que já tenham recebido as três doses da vacina VIP. Em Goiás foram distribuídas 360 mil doses de vacina VOP.

Embora a cobertura vacinal da poliomielite ainda não tenha alcançado a meta preconizada em todo o País ( 95%), o Programa Nacional de Imunizações está trabalhando para melhorar os indicadores.

Compartilhe
Tags

Mais Lidas

Central de Finanças tira dúvidas de contribuintes no 5º Mutirão de Goiânia em 2024

Entre serviços oferecidos pela Secretaria Municipal de Finanças aos moradores da Região Noroeste estão atualização cadastral, emissão de boletos, verificação de processos e outros...

Negocie Já: Governo de Goiás renegocia R$ 1,5 bilhão em dois meses

Balanço parcial aponta participação de 80 mil contribuintes; prazo de adesão termina em 29 de julho O programa de regularização de débitos de ICMS, IPVA...

O que diz o amor

Nenhuma discussão de amor esgota o assunto. Sempre haverá o que faltou dizer ou o que foi dito a mais. Uma ponta de desentendimento...

Recentes

Relacionados