Goiás está entre os cinco estados com melhor qualidade de vida do Brasil

em

|

views

e

comentários

Estudo usa metodologia internacional e calcula o bem-estar da população a partir de dados oficiais, em todas as cidades brasileiras. Goiânia é a segunda colocada no ranking entre as capitais

Goiás é o 5º estado do Brasil no ranking de qualidade de vida da população. O resultado foi revelado pelo Índice de Progresso Social (IPS), uma metodologia internacional que calcula o bem-estar da população a partir de dados oficiais dos estados e municípios. A frente de Goiás estão São Paulo (1º), Santa Catarina (2º), Paraná (3º) e Minas Gerais (4º).

A nota de Goiás foi de 62,79. O resultado é uma média de todos os municípios do estado. O IPS é dividido em três dimensões principais: Necessidades Humanas Básicas; Fundamentos para o Bem-Estar; e Oportunidades. O estudo filtrou mais de 300 indicadores até chegar a 52, entre órgãos oficiais e de institutos de pesquisas, como o DataSUS, Conselho Nacional de Justiça, Mapbiomas, Anatel e CadÚnico.

O coordenador do IPS Brasil, Beto Veríssimo, diz que o objetivo do estudo não é ranquear os maiores PIBs, mas sim qualificar os resultados, como maiores expectativas de vida, menores taxas de homicídios e de poluição, além da população com melhor acesso à educação superior.

Com nota 70,49; Goiânia é a segunda capital com melhor qualidade de vida entre todas as 27 e a 4ª colocada no ranking que avaliou todas as cidades do país. A capital goiana foi classificada pelo estudo como bem organizada e bem planejada, ficando atrás de Gavião Peixoto (SP), Brasília (DF) e São Carlos (SP).

Resultados
As excelentes colocações de Goiás e de Goiânia no ranking corroboram os avanços divulgados pelo Governo de Goiás e que têm relação direta com os indicadores medidos pelo estudo, como condições de moradia, saúde e bem-estar, água e saneamento, qualidade do meio ambiente e segurança pública.

Estado que mais reduziu os índices de criminalidade do País nos últimos anos, Goiás é hoje referência em segurança pública e tem conquistado números acima da média nacional em áreas como saneamento básico, renda média e geração de emprego.

A regionalização da saúde, com a inauguração de hospitais regionais, construção de policlínicas e aumento exponencial e descentralizado do número de unidades de tratamento intensivo (UTIs) foram outras ações que contribuíram com a melhoria da qualidade de vida da população goiana.

A diminuição da desigualdade social em Goiás teve grande impacto a partir da implantação de expressivo volume de programas sociais destinados às pessoas com maior risco de vulnerabilidade social. Entre 2019 e 2023, o governo Caiado investiu em torno de R$ 7,5 bilhões em políticas de combate à pobreza e à extrema pobreza.

Implantado em 2021, o Pra Ter Onde Morar – Construção, por exemplo, é uma ação que contempla a custo zero famílias de baixa renda e que nunca tiveram casa própria. O programa vai atender, até final de 2026, cerca de 10 mil famílias em todo o estado.

O IPS Brasil
A primeira edição do IPS Brasil é uma colaboração entre o Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), Fundação Avina, Anattá – Pesquisa e Desenvolvimento, Centro de Empreendedorismo da Amazônia, e o Social Progress Imperative.

Compartilhe
Tags

Mais Lidas

Mutirama amplia horário de funcionamento durante férias escolares

Devido a alta procura no mês de julho, parque está aberto a visitação de quarta-feira a domingo, das 10h às 16h O Mutirama ampliou o...

Aparecida atende mais de 600 crianças na Colônia de Férias 2024

Programação desta e da próxima semana inclui gincanas, brincadeiras, jogos de futebol e piscina para as crianças e adolescentes referenciadas nos CRAS do município A...

Abertas as inscrições para o concurso da Polícia Penal de Goiás

Certame oferece 1,6 mil vagas, com salário inicial de R$ 5,9 mil; seleção exige diploma de nível superior Estão abertas, a partir desta terça-feira (16/7),...

Recentes

Relacionados