Quem não leva os projetos de Ronaldo Caiado a sério, bom aliado não é

em

|

views

e

comentários

Ronaldo Caiado queria ganhar tempo para articular a sua candidatura a presidente da República. Está empenhado nisso. O leitor do Diário de Goiás já sabia (LEIA ABAIXO). Esta semana, o assunto voltou a ganhar espaço, com o anúncio da desistência do presidente da Assembleia Legislativa, Bruno Peixoto, em ser candidato a prefeito. Caiado zerou o jogo em sua base, na Capital, logo depois de fazer uma declaração pública de que fevereiro seria o mês-chave para intensificar as conversas, mas que definição mesmo só nas convenções. Na coluna Giro, de O Popular, está anotado: ele quer tempo para articular sua candidatura e instabilidade no seu quintal é tudo o que ele não precisa.

Caiado também nunca escondeu que não abre mão de ter o controle da disputa em Goiânia, onde sonha quebrar a sina dos governadores que não elegem prefeito na Capital. Somando tudo isso, fica claro que Bruno esticou demais a corda da insistência e fez o governador agir. Muitas vezes os atropelos dos políticos ocorrem exatamente por olharem demais para o espelho e menos para além da vitrine. Peitar Caiado não tem sido positivo para qualquer aliado. Todos sabem que ele é duro, não espera. E a paciência tem limite.

Bruno pode até voltar ao jogo. Mas terá que calibrar bastante suas ações. Como estava indo, era questão de tempo até bater no paredão. Diferente de como tem agido Daniel Vilela, que mede os passos e anda conforme a música que sai do Palácio. Caiado tem menos de três anos de Poder. E enquanto estiver de posse dele, será dele. Não abre mão. A popularidade alta, a avaliação lá em cima de sua gestão, não são nem avalizadores de sua gestão, e sim estimuladores de seus planos. Caiado é candidato a candidato a presidente da República, independente do que A ou B pensem. Quem desconsiderar isso no campo minado da política atual terá um só destino: bum!

Leia também:

Bruno Peixoto recua de candidatura a prefeito. Ronaldo Caiado e Daniel Vilela entram de vez no jogo

Caiado: fevereiro será mês-chave para articulações; batida de martelo só nas convenções

Ronaldo Caiado para Presidente?

Ronaldo Caiado e a eleição em Goiânia: bola pro mato que o jogo é de campeonato

*Texto publicado pelo Diário de Goiás

Vassil Oliveira
Jornalista. Escritor. Consultor político e de comunicação. Foi diretor de Redação na Tribuna do Planalto, editor de política em O Popular, apresentador e comentarista na Rádio Sagres 730 e presidente da agência Brasil Central (ABC), do governo de Goiás. Comandou a Comunicação Pública de Goiânia (GO) e de Campo Grande (MS).
Compartilhe
Tags

Mais Lidas

Prefeito Vilmar reúne pré-candidatos de 15 partidos aliados à Câmara nesta terça, 28

O prefeito de Aparecida, Vilmar Mariano (UB), reúne nesta terça-feira, 28, a partir das 18 horas, na Atlanta Music Hall, pré-candidatos e candidatas à...

Deputada Delegada Adriana Accorsi destina R$ 5 milhões 480 mil para Aparecida de Goiânia

A deputada federal delegada Adriana Accorsi destinou R$ 5 milhões 480 mil para a Prefeitura de Aparecida de Goiânia. Os recursos foram entregues nesta...

Estudantes de Goiás vão à final de concurso internacional de programação, no Cazaquistão

Equipe formada por alunos da UFG recebeu apoio financeiro do Governo de Goiás, por meio da Fapeg Estudantes do Instituto de Informática da Universidade Federal...

Recentes

Relacionados