Ronaldo Caiado só pensa em Presidência. Governo é tocado no automático e aliados veem tudo sem saber onde ele vai chegar

em

|

views

e

comentários

A dedicação do governador Ronaldo Caiado (União Brasil) ao seu particular projeto de tentar ser candidato a presidente da República tem exigido dele tempo e atenção. Enquanto ele acelera no sonho, a realidade em Goiás é que o governo estadual vai sendo levado em modo automático. A seu favor estão pesquisas que mostram alta aprovação por parte dos goianos.

Em segundo plano, vão ficando também as articulações para escolha do candidato governista a prefeito de Goiânia. Até aqui, ele ganhou tempo para ir atrás do projeto nacional. Mas aos poucos o espaço entre as convenções e o prazo para se trabalhar um nome que sairá – ou, pelo menos, as chances são essas – entre os retardatários vai ficando cada vez menor.

De grande condutor de um processo que deixa o MDB em segundo plano nas articulações, provocou desgastes com deputados estaduais aliados- incluindo o presidente da Casa, Bruno Peixoto, pretendente a candidato a prefeito -, e que tem o peso histórico de dar a Caiado o destaque como aquele governador que conseguiu eleger o prefeito da Capital, quando muitos fracassaram, Caiado pode terminar o processo como responsável direto pela derrota.

Uma coisa é conduzir tudo a seu tempo. Outra é deixar tudo passar da hora. A busca pela candidatura já está, aliás, um passo no rumo da obsessão. E inclui elementos à parte que podem resultar em outros desdobramentos na imagem do governador. Ele tem negociado com tantos ou acenado em tantas direções – a mais recente inclui Wilder Morais e Gustavo Gayer (PL) como possível forma de ter Bolsonaro apoiando-o em 2026 -, que daqui a pouco os aliados já não vai saber mais se continuam aliados ou se ele escolheu outra direção.

O mais silencioso no papel, observa o governador sambar à sua frente e espera que Deus não o afaste para o bolsonarismo de Wilder e outros potenciais adversários, é o vice-governador Daniel Vilela. Daniel está quieto no seu canto, mas as notícias de assessores preocupados com o que veem e não entendem, por parte do governador, é grande. Até onde vai Caiado pela Presidência? Eis a grande questão. Por enquanto, ele está indo em todas as direções sem chegar a lugar algum em Goiás, a não ser no lugar de uma nascente incógnita.

Vajamos o resultado da disputa pelo comando do União Brasil, nesta quinta, 29.

Vassil Oliveira
Jornalista. Escritor. Consultor político e de comunicação. Foi diretor de Redação na Tribuna do Planalto, editor de política em O Popular, apresentador e comentarista na Rádio Sagres 730 e presidente da agência Brasil Central (ABC), do governo de Goiás. Comandou a Comunicação Pública de Goiânia (GO) e de Campo Grande (MS).
Compartilhe
Tags

Mais Lidas

Prefeito Vilmar reúne pré-candidatos de 15 partidos aliados à Câmara nesta terça, 28

O prefeito de Aparecida, Vilmar Mariano (UB), reúne nesta terça-feira, 28, a partir das 18 horas, na Atlanta Music Hall, pré-candidatos e candidatas à...

Deputada Delegada Adriana Accorsi destina R$ 5 milhões 480 mil para Aparecida de Goiânia

A deputada federal delegada Adriana Accorsi destinou R$ 5 milhões 480 mil para a Prefeitura de Aparecida de Goiânia. Os recursos foram entregues nesta...

Estudantes de Goiás vão à final de concurso internacional de programação, no Cazaquistão

Equipe formada por alunos da UFG recebeu apoio financeiro do Governo de Goiás, por meio da Fapeg Estudantes do Instituto de Informática da Universidade Federal...

Recentes

Relacionados